Quanto trabalho é necessário para subir um edifício?

Quanto trabalho é necessário para subir um edifício?

Ao passar por uma obra pela rua, já se perguntou quanto trabalho e quantos profissionais estão envolvidos na construção de um prédio? Pode acreditar, são muitos! Para homenagear o Dia do Trabalho, vamos matar a curiosidade e contar passo-a-passo o que é necessário para um terreno se transformar no seu novo lar, com tudo que tem direito.

Profissionais e empresas em sintonia

Em uma obra deste porte, a construtora não faz todo o trabalho sozinha, contando com a colaboração de outras empresas e profissionais especializados em determinadas atividades. Desta forma, o trabalho segue de forma mais ágil e com menos custos. Neste contexto, em diversas fases a Consthruir conta com corretoras de imóveis, engenheiros de diversas especialidades, arquitetos, decoradores, além de ter a sua própria equipe de armadores, pedreiros, eletricistas, entre tantos outros profissionais.

Todo o cronograma da obra é meticulosamente cumprido e as etapas são pensadas em uma sequência para que não haja retrabalho. A tecnologia de construção também influencia nesta parte. Por utilizar o sistema de alvenaria estrutural, as ligações hidráulicas e elétricas “sobem” junto à construção do prédio, evitando que as paredes precisem ser quebradas depois para a sua instalação.

Em todas essas etapas há conferência antes de iniciar um novo serviço, durante a execução do serviço e na finalização do serviço. Da escolha do terreno à vistoria com o cliente e entrega das chaves, confira todas as etapas de uma obra:

Antes da obra

  • Procura de um terreno;
  • Pesquisa para descobrir qual o produto que melhor atenderá a expectativa de quem procura imóvel naquela região;
  • Arquiteto faz a estruturação do projeto inicial, verificando o que pode ser construído de acordo com as normas da prefeitura (zoneamento);
  • Estudo do solo para verificar altura de lençóis freáticos e qual fundação será necessária;
  • Orçamento da obra;
  • Viabilidade financeira;
  • Se for viável, o terreno é comprado!

Construção e vendas

  • Projeto de arquitetura;
  • Projeto final de fundação;
  • Projeto de estrutura;
  • Projeto de instalações elétrica, hidráulica, gás, entre outras;
  • Projeto de paisagismo;
  • Projeto do apartamento decorado;
  • Demolição do imóvel no terreno. Nesta parte, é necessário fazer um laudo, para deixar registrado o estado anterior da casa dos vizinhos ao início da construção;
  • Laudo preliminar de investigação ambiental, para garantir que não há contaminação no terreno;
  • Demolição;
  • Escavação de terra;
  • Contenção dos imóveis vizinhos (se necessário), fundações e construção do estande de vendas;
  • Execução da estrutura, divulgação, marketing e vendas no estande;
  • Construção do apartamento decorado, quando possível, na própria torre;
  • Execução de instalações elétricas;
  • Execução de instalações hidráulicas;
  • Após a aprovação do projeto nos órgãos competentes, registro da incorporação no Cartório de Imóveis, para viabilizar o início das vendas;
  • Quando a estrutura é finalizada, é construído o telhado, para impedir que a água das chuvas deteriore o prédio;
  • Acabamentos de fachada e acabamentos internos;
  • Instalação das janelas para impedir a entrada de água;
  • Execução do gesso liso nas paredes, forro de gesso, contrapiso, impermeabilização das áreas molhadas e revestimentos de piso e parede;
  • Execução da pintura;
  • Instalação das portas;
  • Instalação de louças e metais sanitários, pias e acabamentos de tomada;
  • Na parte final da obra, são enviadas as documentações necessárias para expedição do “Habite-se” (documento que atesta que a obra seguiu as exigências legais e pode ser habitada);
  • Após a finalização de todos serviços, A equipe técnica entra em todos apartamentos fazendo uma conferência e vistoria geral, para verificar se o apartamento está aprovado;

Após a obra

  • Vistorias junto aos proprietários, explicando o básico do apartamento e o proprietário verifica todos os detalhes. Nesta oportunidade o cliente recebe as chaves e o manual do proprietário;
  • Primeira reunião para eleição de síndico, subsíndico, conselheiros e é implantando o condomínio;
  • Vistoria e entrega das áreas comuns para o síndico, subsíndico e conselheiros;
  • Pós-venda e assistência técnica por parte da construtora.

Comentários