A importância da manutenção preventiva

A importância da manutenção preventiva

O velho ditado já dizia: “melhor prevenir do que remediar” e isso serve também para a manutenção de imóveis. Cuidados prévios e atenção a pequenos detalhes dentro de casa podem evitar a necessidade da realização de obras de última hora e que não estejam em seu orçamento. Para evitar este tipo de situação, listamos alguns itens que devem ser levados em consideração para que você e sua família fujam de imprevistos. Confira:

– Pisos: utilizar o produto correto para a limpeza é essencial e evitará danos. Vale uma atenção especial ao piso da área do chuveiro, que pode sofrer com infiltrações por causa da água quente e do sabão;

–  Elétrica: além de verificar a voltagem dos equipamentos antes de fazer a conexão, é importante não deixar fios expostos, desencapados ou em contato com água. Se houver uma chuva forte ou tempestades de raios, o recomendável é retirar aparelhos eletrônicos das tomadas. Evite também que uma tomada fique sobrecarregada devido ao grande número de benjamins e réguas conectadas;

– Encanamentos: problemas como vazamentos podem acarretar na necessidade de uma obra com custo alto. O recomendável é contratar um profissional da área para verificar se tudo está funcionando corretamente e, se houver a necessidade de algum reparo, o ideal é que o serviço seja feito o quanto antes;

– Pintura: é aconselhável que a pintura seja renovada a cada dois anos, aproximadamente. Vale mencionar que tintas látex acrílicas são mais resistentes à sujeira e mais simples de limpar (sempre seguindo as orientações técnicas do fabricante);

– Mofo: é um inimigo da sua casa e também da sua saúde. Para evitá-lo, mantenha a casa ventilada e não deixe móveis encostados nas paredes.

Comentários