Como realizar o descarte correto do lixo que produzimos?

descarte correto do lixo

Como realizar o descarte correto do lixo que produzimos?

Os hábitos de consumo de produtos industrializados e a explosão demográfica levaram a humanidade a produzir lixo descontroladamente e dados da ONU apontam que 2 bilhões de toneladas já são gerados anualmente em todo o mundo. Este cenário pede urgência na mudança de costumes: é necessário reduzir a quantidade de resíduos gerados, reciclar e, dentro do possível, reutilizar em vez de descartar.

No post de hoje falaremos um pouco mais sobre a destinação correta de diferentes tipos de lixo que produzimos. Confira!

– Dentro de casa: o mínimo a fazer é separar o orgânico do reciclável, portanto, utilize lixeiras diferentes. É importante também não descartar embalagens com resíduos do produto. Passe uma água e deixe secar antes de jogar fora. Para otimizar o espaço, amasse latinhas e garrafas PET. Atenção: caixas engorduradas de alimentos, como pizzas, por exemplo, não podem ser recicladas. O mesmo raciocínio serve para papel higiênico e guardanapo;

– Óleo de cozinha: nunca jogue pelo ralo ou vaso sanitário! Procure um posto de coleta em sua cidade;

– Lixo eletrônico: se houver a necessidade real do descarte, procure uma cooperativa ou empresa especializada. Alguns fabricantes já possuem postos de coleta e, no caso de telefones celulares, as próprias lojas que comercializam o produto devem receber e descartar corretamente;

– Pilhas e baterias: possuem substâncias extremamente tóxicas ao meio ambiente. Atualmente, algumas redes de supermercados e farmácias realizam a coleta;

– Medicamentos: também possuem substâncias prejudiciais ao solo e, por isso, devem ser levados à farmácias ou a Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Há alguns meses falamos aqui no blog do Kataki, um aplicativo bem bacana, que cadastra catadores e facilita a reciclagem. Clique aqui para ler e lembre-se sempre dos 3 Rs: reduzir, reciclar e reutilizar!

Comentários