As 7 maravilhas do mundo moderno

As 7 maravilhas do mundo moderno

No dia de hoje, 10 de abril, é comemorado no Brasil o Dia da Engenharia, área de conhecimento essencial para a sociedade. Para celebrar, nada melhor do que falar das sete maravilhas do mundo moderno: monumentos feitos pelo homem, que foram escolhidos por votação entre duzentas obras e anunciados no ano de 2007, em Lisboa.

Você conhece todos eles? Confira a lista:

Chichén Itzá

Foto: Geoffrey Whiteway

Localizada no México, tem como ponto mais conhecido a Pirâmide de Kukulkan (ou El Castillo), construída pela civilização Maia. A cidade foi abandonada no ano 670 d.C. e reconstruída 300 anos depois.

Coliseu de Roma

Foto: Anastasia Zhenina from Pexels

É a obra mais conhecida do Império Romano, teve sua construção iniciada em 72 d.C. e foi inaugurado cerca de oito anos depois. Por muito tempo, foi palco de batalhas entre gladiadores ou, ainda, de gladiadores contra animais selvagens.

Cristo Redentor

Foto: Edgar Chaparro on Unsplash

O Brasil também entrou na lista com o principal ponto turístico do Rio de Janeiro. O monumento foi inaugurado em outubro de 1931, foi feito em pedra-sabão e concreto armado e tem 38 metros de altura.

Machu Picchu

Foto: Ana Paula Nardini from Pexels

Localizada no Peru, no topo de uma montanha na Cordilheira dos Andes, a 2400 metros de altitude, é conhecida como a “cidade perdida dos Incas”. O local foi destruído no século XVI, quando chegaram os espanhóis.

Muralha da China

Foto: Manuel Joseph from Pexels

Por ordem do primeiro imperador chinês Qin Shihuang, ela começou a ser construída em torno de 220 a.C. para oferecer proteção militar. A extensão de todas as áreas construídas chega a  21.196.180 metros.

Ruínas de Petra

Foto: Abdullah Ghatasheh from Pexels

Localizada no sul da Jordânia, no Oriente Médio, o local conta com uma série de construções escavadas em rochas. Estima-se que suas obras datam de 312 a.C. Dois terremotos – o último em 551 d.C. – levaram a cidade às ruínas.

Taj Mahal

Foto: Sudipta Mondal from Pexels

Fica na Índia, na pequena cidade de Agra, e foi construído por cerca de 22 mil homens entre 1630 e 1652. O monumento é uma homenagem do Imperador Shah Jahan à esposa Aryumand Banu Begam, que faleceu no nascimento de seu 14º filho.

Comentários